Skip to main content


Especialistas apontam os benefícios do melhoramento genético na pecuária, durante Genapec


Publicação: 12/07/2017 09:41 Crédito da Imagem:


Pecuaristas e profissionais ligados à produção de bovinos participaram de uma série de palestras e mesas redondas que debateram os assuntos pertinentes ao setor.

O presidente do Sindicato Rural de Cuiabá (SRC), Jorge Pires, ponderou que a Genapec é uma excelente oportunidade para que os criadores aprofundem as reflexões sobre os temas que garantem o melhor desempenho dos bovinos no campo. “Conhecer as particularidades dos avanços técnicos dentro da perspectiva genética é um dos fatores que auxilia os criadores na busca pela rentabilidade e sustentabilidade econômica no campo”, ressalta Jorge Pires.

Já o presidente da Associação dos Criadores de Nelore, Mário Cândia, considera que a genética é um assunto que sempre precisa ser discutido entre os pecuaristas. “A Genapec enriquece a Expoagro, porque reúne técnicos e criadores com o mesmo objetivo, que é o de encontrar caminhos seguros e rentáveis na produção da proteína animal”, disse Cândia.

A coordenadora da Genapec Ana Elisa explica que a Genapec é um evento criado para difundir o conhecimento técnico sobre os benefícios e resultados que as pesquisas científicas vêm proporcionando no campo. “As palestras e mesas redondas têm por finalidade especificar a rentabilidade alinhada pela sustentabilidade econômica que o uso da seleção genética produz ao criador”.

PALESTRAS - Na manhã desta terça-feira (11.07), o zootecnista e consultor da Festpasto, Josmar Almeida Júnior ministrou sobre a intensificação no manejo de pastagens e alertou sobre o uso de tecnologias que devem ser aplicadas em primeiro lugar no desenvolvimento das pessoas que trabalham diretamente com os animais no campo, em seguida com os processos que são utilizados na criação de bovinos, e por fim, no uso de insumos.

A segunda palestra foi proferida pelo médico veterinário da FS Bionergia, Breno Malpici Luna, que explicou sobre o que é o DDG – que é um extrato de milho que surge no processo de fabricação do etanol e se assemelha a um farelo – e a utilização deste produto na formulação de dietas para o gado de corte.

A terceira palestra foi do professor doutor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Joanis Zervoudakis, que pontuou as características da produção de novilhos precoces através da suplementação a pasto.

No período da tarde, o pesquisador da Embrapa Gilberto Menezes tratou sobre as recomendações genéticas para produção de novilho precoce. E o zootecnista da Geneplus, Fernando Manzutti explanou sobre as novas tecnologias e conceitos que influenciam na seleção genética moderna. O palestrante também questionou e fez apontamentos sobre os cuidados em relação aos critérios utilizados para uma boa seleção genética.

O primeiro dia da Genapec contou ainda com uma mesa redonda com produtores que utilizam e acreditam na avaliação genética. O evento segue com programação nesta quarta-feira (12.08), com mais seis palestras e duas mesas redondas sobre o papel da genética na produção animal.

EXPOAGRO – A 53ª Expoagro segue com programação até domingo (16.08). Na programação cultural desta terça-feira, shows com Tiago Barelli e Juliano, Luciano Brizot, João Lucas e Gustavo e Rômulo Costa.





Fonte: Assessoria de Imprensa